Desculpe, não sou solar.

Em 17 maio 2016

Morar no Rio de Janeiro e ser carioca influencia qualquer um a pensar logo em praia, roupas multicoloridas, cervejinha depois da praia, blusa de alcinha, luau depois da praia, cabelos ao vento na praia, praia, praia, praia…

O problema é que apesar de morar quase em frente à praia, não faço muito uso dos atributos acima. Adoro frio, amo a paisagem da neve, adoro me vestir de preto e cinza (amo cinza, amo cinza, amo cinza!), sou obcecada por bebidas quentes com bolo caseiro, e vinho tinto definitivamente me representa!

Gosto tanto de roupas de inverno que acabo basicamente comprando roupas só nas coleções de inverno, o que obviamente me traz plenos arrependimentos nos verões cariocas, quando não tenho nenhuma blusa de alcinha pra contar história no armário e, diante de um calor de 45°, começo a derreter.

Gosto do sol, mas não muito forte. Gosto de céu azul sem nuvens (porque quando está frio, fica mais frio). Gosto de tempo nublado (já disse que adoro cinza?). Gosto de viajar para o exterior no inverno (já disse que adoro a paisagens repletas de neve?). Gosto de usar manga ¾ (apesar de ter braços bonitos). Gosto de comer bolo com café (é a minha lembrança proustiana). Gosto de dormir com o barulho da chuva (ok, não precisa ser vendaval, que dá medo!). Gosto de tomar um bom vinho (comendo bons queijos) e depois tomar chocolate quente. Gosto de dormir a minha cachorra (bem, não precisa estar frio pra isso!).

Portanto, nada contra os cariocas (que eu também amo!), nada contra o calor (bem… Aí, mais ou menos) e muito menos nada contra pessoas solares, mas desculpe, baby, não sou solar. E adoro isso!

Deixe seu comentário