E esse calor?

Em 4 jan 2017

52390-o7eyq2

Já relatei aqui no blog minhas restrições sobre altas temperaturas e calor intenso. Adoro um friozinho! Nasci mesmo pra morar na neve, mas caí justamente numa cidade onde, no verão, a sensação térmica pode chegar a 50 graus! Isso sim é uma loukura!

10 minutos pra maquiar, 1 minuto pra desmanchar tudo no sol. Atravessa a rua pra comprar pão, mas quando volta vai direto pro chuveiro. Ventilador não dá conta. Ar-condicionado não dá vazão. Mesmo se andasse de biquíni na rua iria morrer de calor. Esta é a realidade do Rio de Janeiro durante o verão!

Ok, nasci aqui e adoro esta cidade, mas se eu tivesse muito dinheiro eu JURO que me mudaria pra Sibéria durante estes meses de calor sufocante. Só voltaria no meio do ano, quando as temperaturas ficam mais amenas.

No Rio, só existem 3 tipos de temperaturas: calor, muito calor e inferno! Inferno é no verão. E pra mim a coisa se agrava mais ainda: não gosto de praia. É porque a minha cor naturalmente dourada de sol não ajuda (sou branca pra caramba!) e se eu me expuser ao sol, pode contar que vou ficar da cor de um tomate! Isso se não tiver uma insolação…

Bom, como não dá pra se mudar temporariamente pra Sibéria (pra Moscou já estava bom), o jeito é passar um tubo de protetor solar e andar de guarda-chuva na rua, aturando as piadinhas dos ambulantes que consideram o apetrecho no mínimo inusitado para a época. Aceita que dói menos, Louka!

Se eu tivesse ganhado os R$ 200 milhões da Mega-Sena da Virada poderia me dar ao luxo de estar na Patagônia congelando com os meus amigos pinguins. Mas como não deu certo, vou pegar os R$ 5,00 da minha carteira e tomar um sorvete pra adoçar a vida! Já traz uma baita felicidade!

Créditos da imagem: Freepik

Deixe seu comentário