Hashtag Gratidão!

Em 28 ago 2018


Gratidão! Palavra tão usada e tão batida na atualidade! É gratidão pra tudo: pra viagem, pra paisagem, pra sol se pondo na praia… Mas fora a hashtag, o que é gratidão pra você? Eu conheci a gratidão esta semana! Preparem os lenços (música emotiva)!

Menos! Não é pra tanto! Afinal, este é um blog de humor!

É que na semana passada publiquei aqui no Deu a Louka a coluna “Menos ranço, por favor!”, na qual falei sobre os grupos de amigas dos quais faço parte e me orgulho por conta do empoderamento que todas nós nos empenhamos pra dar umas às outras. E o que aconteceu? Uma enxurrada de amor invadiu a minha semana! Quanta alegria!

Muitas amigas se manifestaram em retorno e muitas mulheres que seguem o canal, o blog e o meu Instagram também me contaram histórias sobre os seus próprios grupos. Elas me disseram o quanto elas se ajudam e dão força umas às outras. O que isso significa, meu amor? Significa que quando as mulheres se unem, NADA é capaz de separá-las! NA-DA!

Portanto, vambora parar com este ranço de que mulheres só competem entre si? De que mulheres passam a perna umas nas outras? De que mulheres dão na cara umas das outras? Bora parar, hein?! Encerrou por aqui! A propósito: já falei que eu odeio esta palavra “ranço”? (Veja na coluna da semana passada! Pausa para os comerciais!)

Mas é por causa desta força das mulheres que eu falo em gratidão! Aprendi que gratidão é meio que aquela história de “o que vai, vem”, sabe? Quando você faz ou dá alguma coisa boa pra alguém, aquilo volta pra você de alguma forma. É o universo conspirando, amiga! Quanto mais eu faço o bem, mais ele volta pra mim! Daí você sente gratidão pelo que recebe do universo!

Vocês também percebem isso?

“Ai, mas você tá tão melosa hoje!”, alguns diriam. Tá bom, vamos arregaçar! São aqueles ditados populares: “é dando que se recebe” (sem cunho sexual, por favor), “o mundo dá voltas” (não, eu não estou bêbada… ainda!), “aqui se faz, aqui se paga” (hum… bom pensar nisso nas eleições que vêm por aí!).

O universo conspira, minha gente! Eu sempre falo que é melhor não fazer coisas erradas, porque o mundo é pequeno! Quase do tamanho de Copacabana!

Portanto, meninas, quando a gente se une, nada nos destrói! Vamos tornar o nosso universo (nem que seja o da nossa casa) cheio de sororidade e gratidão! Lindo! Mas com uma pitada de loucura pra ficar mais divertido, ok?!

Bjs!

By Andrea Nascimento

Siga: @andreanascimentoficial

Quer falar comigo? Manda um e-mail pra mim: contato@andreanascimento.com

 

Deixe seu comentário