O último apaga a luz!

Em 23 maio 2017


Ok, é o fim do mundo! Agora não sobrou ninguém! Muita informação circulando, muitas coisas acontecendo. Como lidar? Fugir pra uma temporada na Lua ajuda? Acho que não. Seja como for, acho que nós, brasileiros, não temos estrutura para receber um evento deste porte.

Medo, pânico, depressão. Agora a casa caiu de vez! Delação premiada, gravações, acordos cinematográficos, carne estragada… Senhor, porque eu fui nascer aqui?! Que isso sirva, pelo menos, pro povo parar de se estapear na rua por causa do lado A ou lado B, coxinha, quibe, mortadela ou pipoca.

Ok, vamos mudar de assunto? Tipo, a desfeita causada pela abóbora? Não dá: continuo pensando na carne podre. E o presidente americano tentando forçar a barra e fazer bonito no Oriente Médio? Confesso que apesar do figurino branco impecável de Melania, não consigo esquecer o verde, amarelo e vermelho das ruas.

Acordei às 3h da manhã na semana passada pensando que nada é tão ruim que não possa piorar. Deve ser culpa da astrologia: deve ter algum planeta retrógrado girando no céu brasileiro que nem pião, só pode ser.

Eu, que já não acreditava mais em p**** nenhuma, só passei a ter certeza mesmo de que está tudo errado. Aliás, eu e todo mundo, né? Vai querer levar os louros da adivinhação todos pra você, sua Louka! Pode parar! Até porque, se fosse pra adivinhar, eu acertava os números da Mega-Sena e ia embora pro Canadá (pelo menos lá é frio e a minha maquiagem não ia desmanchar).

Só sei que, com isso, a crise já instalada fica cada vez mais longe de passar! Mas se for pra fazer uma limpeza geral, diga ao povo que a lavadora de carros fica! E que fique para todos, sem restrição, bem limpinho. Novos tempos, novos ventos? Em  2018 a gente conversa!

Por hoje é só, pessoal! Não consigo mais. Cadê meu Rivotril?!

 

Imagem: Freepik

Deixe seu comentário