Odeio panetone com frutas cristalizadas!

Em 20 dez 2016

loukaEntão é Natal! E já dá até pra adivinhar. Depois das confraternizações natalinas terminarem, lá vem aquela máxima nos jornais, revistas e programas de vida saudável: “o problema não é o que você come entre o Natal e o ano novo, mas, sim, o que você come entre o ano novo e o Natal”. Isso é tão irritante quanto panetone com frutas cristalizadas!

É lógico que a gente tem que levar uma vida saudável: fazer exercícios o ano inteiro, evitar besteiras a maior parte do tempo… Tudo bem, é louvável. Mas os momentos pé na jaca são essenciais! E eles geralmente ocorrem em datas festivas, como Natal e ano novo, e também em viagens. Mas tem que ser, gente!

Aí depois da “jacada” sempre vem a neurose: semana detox, dieta da sopa, água quente com limão em jejum, etc., mas, claro, sempre acompanhado de um conselho do tipo “não exagere”. Ah, vai! Acha que eu vou deixar de comer as rabanadas da minha mãe? Pensa que eu vou deixar de me deliciar com os panetones com recheio de doce de leite ou chocolate belga (sim, porque quero distância das frutas cristalizadas)? Acha mesmo que eu vou me privar de comer castanhas que nem pipoca?

Esquece! Eu quero é ser feliz! No ano que vem que corro atrás do prejuízo! Aliás, corro no sentido literal da palavra! Melhor engordar me divertindo e viajando do que em casa comendo biscoito! E não é?

A rabanada de hoje vai direto para os flancos. O pernil (que eu não como por princípios éticos) vai pro abdômen inferior. As castanhas se instalam logo abaixo do queixo. Tudo bem! A gente derrete tudo isso na esteira! E se você não quiser derreter, também tá tudo certo: é justo, é digno, é libertador!

Ok, então é Natal! É hora de confraternizar! É hora de comemorar! Hora de união, paz e compreensão… Mas a real experiência diz: hora de comer até explodir! Janeiro é um clássico: 2kg a mais pra perder entre fevereiro e março! Até o carnaval a gente perde!

Mas quer saber? Vamos ser felizes porque a vida anda muito dura pra gente se privar de tudo! Se joga nas rabanadas, Louka! Feliz Natal!

 

Créditos da imagem: Freepik

Deixe seu comentário