Sarahah pra você também, amiga!

Em 8 ago 2017

Portrait of young woman cover her face with digital tablet. Isolated on white.


Juro que quando comecei a ouvir essa história de “Sarahah” achei que fosse algum tipo de saudação como “Saravá”. Pelo visto é bem o contrário: precisando dar aquela desabafada nas redes sociais? Sarahah pra você também, amiga(o)!

De uma hora para outra comecei a ver essa palavra circulando por aí. Perguntei ao oráculo (traduzindo: dei um Google) e não bateu nada com nada. Palavras em árabe que eu não entendia, vídeos desconexos e sem sentido saíram pulando pelo meu computador. Afinal: que porra é essa de Sarahah?!

Depois de uma semana, com a popularidade em alta, veio a resposta: Sarahah é um novo aplicativo, tipo Facebook ou Instagram sei lá, que tem por característica, digamos, a “franqueza”. Aliás esta seria a tradução da coisa do árabe para o português. Ou seja: se você quer dar aquela espetada básica no amiguinho ou na amiguinha, vá lá, se alivie e a “vítima” não vai saber que foi você! Corajoso, não?!

Uau! Nossa! Que “espetáculo”! Que coisa mais… mais… sem sentido! Na boa: precisar de um App pra dizer o que você pensa do coleguinha (ou até pra ouvir um feedback de um coleguinha) me parece um pouco demais. Mas nada contra quem usa, viu? Vai na fé! E que fique muito claro que não se trata de uma desunião entre mulheres que falam mal umas das outras: é homem, é mulher, é tudo! É geral! É todo mundo falando de todo mundo!

Só espero que isso não estimule o cyberbullying e os suicídios que estão bem em alta ultimamente. Inclusive, se você quiser se informar mais sobre o assunto, recomendo que assista à série do NETFLIX “13 Reasons Why” que, de uma forma nada romanceada, trata da conexão entre estes assuntos no âmbito dos adolescentes, que acabam sendo os mais vulneráveis.

Da minha parte, não pretendo baixar o App. Se eu realmente quiser desabafar sobre as atitudes ou comportamentos de alguém, estou mais na década de 1990, sabe? Vou falar com a pessoa pessoalmente ou então vou a um psicólogo, a uma mesa de bar ou melhor: transformo tudo em roteiro, que vai ser mais interessante no meu caso. Mas com tanta coisa que eu tenho pra fazer, eu acabo esquecendo da pessoa mesmo.

E quanto às críticas que vêm direcionadas a mim, sinceramente, agradeço o tempo concedido. Afinal, quando alguém te critica, é sinal de que ela perdeu o tempo precioso da vida dela pensando em você, não é verdade? Coisa mais linda! A-do-ro! Por isso, agradeço. Comece a pensar assim também, amiga! Você vai var que não vai ter Sarahah, Sara Jane ou Sarah Jessica Parker nenhum(a) que te derrube!

E saravá, Sarahah!

 

Imagem: Freepik.

Deixe seu comentário