Com tantos casos de violência contra a mulher pipocando por aí, não resta outra alternativa a não ser meter o dedo na ferida e perguntar se o discurso...

E a contagem regressiva continua! Hora de fazer o inventário do ano: ver o que deu certo e o que a gente prefere esquecer! Isso, claro, sempre muito...