Melhor não, né? Desculpe o incômodo, mas depois do Natal é impossível não tocar no assunto. De qualquer forma, não há nada que me irrite mais...